domingo, 25 de setembro de 2011

Plantas da Mata Atlântica que florescem na primavera

CEREJEIRA DA MATA ATLÂTICA, Popularmente conhecida também como cerejeira, cerejeira-do-mato e cerejeira-da-terra, a cereja, Eugenia involucrata, ocorre naturalmente do Rio Grande do Sul a Minas Gerais, principalmente nas florestas Semideciduais e na floresta com araucárias.
Floresce durante os meses de setembro a novembro e os frutos amadurecem em novembro e dezembro.
A cereja da Mata Atlântica é amplamente cultivada em pomares domésticos da região sul do país. Seus frutos são também avidamente consumidos pela avifauna, tornando a espécie bastante interessante para o plantio em áreas degradadas.
As cerejas são frutos pequenos e arredondados que podem apresentar várias cores, sendo que a mais comum dentre as variedades comestíveis é a de cor vermelha.
Fonte: apremavi.org.br
JABOTICABEIRA, pertencente à família das Mirtáceas; produzem frutos esféricos de casca lisa e preta, muitos saborosos, quem nunca provou uma frutinha assim?
PITANGUEIRA, também pertencente a família das Mirtáceas; um fruto de sabor muito peculiar.
IPÊ-ROSA, destaca-se pela sua exuberância, típica da Mata Atlântica, ela ornamenta praças e jardins; de longe ela pode ser confundida com as cerejeiras asiatícas.
JACOBÍNIA, é uma dessas plantas que chamam a atenção logo no primeiro momento. A JACOBÍNIA é nativa do Brasil e se destaca entre os demais arbustos por seu tamanho e sua beleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário